Papo de Boteco: O garçom amigo

Um respeitável cidadão carioca, frequentador assíduo do Bar Lagoa, depois de algumas horas bebendo todas, completamente alcoolizado, resolveu azarar uma mulher que estava sozinha na mesa ao lado da sua. Ele já estava sentado com a potencial vítima e desenrolando aquela ideia, quando, de repente, um garçom começa a gritar de dentro do bar:

– Ei, doutor, doutor… telefone pro senhor.

O cara achou super estranho.

– Telefone pra mim? Cê tá maluco, Zé?

– Tô não, doutor… telefone pro senhor. Vem atender, doutor… é importante!

Depois de muita insistência do garçom, o cara levantou e foi atender. Quando chegou no balcão, o garçom virou-se pra ele e disse:

– Essa aí não, doutor. Essa é muuuuito ruim…

Caraca! Você também já fez isso? Conta pra gente.

Anúncios

Uma resposta para “Papo de Boteco: O garçom amigo

  1. Conheço o protagonista deste episódio. Realmente aconteceu e vale ressaltar que a moça era muito feia e que ele estava muito bêbado.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s