Rio de Januário

Januário é um porteiro, vigia da noite, do prédio nº 173 da Avenida Atlântica, em frente à praia de Copacabana, separado por apenas 2 prédios à direita da Boate Help, a preferida dos gringos que visitam a cidade olímpica.
Diferentemente da maioria dos porteiros dos edifícios do Rio, Januário é carioca mesmo. Nasceu no subúrbio, em Quintino, terra do Galinho. Cresceu ao lado da linha do trem. Estudou numa escola pública do Méier, torce pro Botafogo, sonhava ser dono de bar, mas há 22 anos é porteiro do mesmo prédio, o Edifício Príncipe da Dinamarca.
Ali mesmo começou suas atividades profissionais, aos 18 anos, como faxineiro. Hoje é o chefe dos porteiros. Vive com sua esposa, Vânia, e os dois filhos do casal, Marcinho e Patricia, ambos adolescentes, que têm o privilégio de viver à beira-mar, já que Januário há 6 anos ganhou da síndica, Dona Sônia, o direito de ocupar, com sua família, o pequeno quarto e sala localizado nos fundos da garagem no térreo do edifício.
Januário tem um jeito de ver o Rio muito particular, diferente da maioria dos cariocas. Januário passa as noites vendo a praia de Copacabana, de baixo pra cima. De manhã, Januário dorme, até depois do meio-dia. À tarde, Janu vive sua adorável rotina: almoça com a esposa e os filhos, conserta algum vazamento no 102 ou no 401, lava os carros dos apartamentos da coluna 03 (ele, Sr. Pedro e o novato Amarildo, também porteiros do prédio, dividiram igualmente o trabalho de lavar os carros dos 30 apartamentos do condomínio), vai ao banco pagar algumas contas a pedido da síndica e não deixa de dar um mergulho no “mar da princesinha”. Ao anoitecer, Januário ainda joga uma pelada de areia antes de tomar seu banho para vestir o uniforme azul escuro da portaria. Seu trabalho começa às 22hs em ponto e vai até às 6hs do dia seguinte.
Uma vez por semana, o porteiro da madrugada está de folga. No Rio de Januário, mesmo nesses dias, ele lava carros, conserta vazamentos, vai ao banco, curte a família, dá um mergulho e joga bola.
Januário mora de frente pra praia. Ele vê o Rio de baixo pra cima.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s